Publicado em Deixe um comentário

Artes, ciência e tecnologia: veja como a arte digital inova

arte digital inova

A arte digital inova e utiliza a tecnologia a favor das pessoas, democratizando o acesso as artes, por exemplo. Bem como, a ciência existe justamente para revolucionar as diversas maneiras existentes de exercitar a arte em geral.

Quando Leonardo Da Vinci pintou A Última Ceia, poucas pessoas poderiam imaginar que aquela obra se tornaria um ícone de cultura. Além disso, a obra era tecnológica para a época e utilizou de técnicas desconhecias até então.

A ligação tripla, entre as artes com ciência e tecnologia, possibilita que exista um novo conceito sobre a criação artística. Dessa forma, a arte digital inova e o texto mostrará como é possível aproveitar essa facilidade contemporânea.

Afinal, como a arte digital inova?

arte digital inova

Imagine o quadro “A Noite Estrelada”, de Van Gogh, e pense na inspiração que o autor teve, juntamente com o trabalho de produzir. Foram anos estudando, fazendo desenhos preliminares e até que a obra estivesse totalmente pronta.

Seja sincero: será que existe diferença entre olhar esse quadro no museu e ter uma réplica em casa? Certamente que não e agora pense em uma arte digital, feita em papel de fina arte e agora responda: existe diferença para a original?

A arte digital inova passa diretamente por três pontos que são fundamentais: arte, ciência e tecnologia. Sendo assim, é chegada a hora de obter as informações e confira a seguir como esse processo é realizado:

Arte

A arte é inerente ao ser humano e precisa ser “colocada para fora”, assim também, não existe qualquer limite. Alguém que pinta um quadro a mão, tem o mesmo valor que outra pessoa que usa um software para criar uma imagem.

Entender que a arte digital inova é respeitar aqueles que têm a capacidade de expressar o lado artístico de outra forma. Do mesmo modo, a tendência para os próximos anos é usar a tecnologia em prol das artes em geral.

Ciência

A ciência não está separada da arte, porque a cada criação realizada, um artista pode estar mudando a vida de alguém. Imagine alguém que acabou de sofrer uma paralisia de um lado do corpo e não consegue nem se alimentar sozinho.

Com a terapia ocupacional e artística, em suma, é possível que a pessoa pinte imagens infantis e volte a ter os movimentos. Definitivamente, é a arte auxiliando a ciência, ou seja, ambas não podem mais ser separadas em polos opostos.

Tecnologia: a confirmação que a arte digital inova

arte digital inova

Lembra quando acima foi citado a obra a “A última Ceia” de Leonardo Da Vinci? Então, você encontra muitas réplicas e quase todas guardam semelhanças. No entanto, o artista Márcio Ponte oferece uma reeleitura da seguinte maneira:

  • Em primeiro lugar, a obra foi inspirada nos estudos de Leonardo Da Vinci para “A Última Ceia”;
  • Por outro lado, a obra guarda poucas semelhanças com a original e é em papel Canson Infinity 100% algodão;
  • Em seguida, a construção foi em open source e se trata de um software de código aberto;
  • Por fim, o custo da obra é baixo e traz algo único: o uso da tecnologia.

A arte digital inova e possibilita que exista uma espécie de democratização do acesso as diversas artes. Enfim, o mais importante é procurar usar a tecnologia em prol das pessoas e elevar o capital cultural de cada um.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *